quinta-feira, 27 de junho de 2013

Projeto brinquedos e brincadeiras :D

PROJETO PARA EDUCAÇÃO INFANTIL


Tema: Brinquedos e Brincadeiras
Título: Brincadeira de criança como é bom!
 Período de duração: 10 dias
Início:11/06     Término: 24/06
Professora: Suany Nandara
Etapa: VD

Justificativa:
É através da brincadeira que a criança experimenta descobre, cria e exercita suas habilidades, tanto psicomotoras quanto cognitivas e afetivas, através da atividade lúdica que ela estimula a curiosidade, a iniciativa e a autoconfiança, proporcionando aprendizagem, desenvolvimento da linguagem do pensamento e da concentração da atenção (REFERENCIAL CURRICULAR V2).”
É fundamental na educação infantil que seja trabalhado o lado lúdico. Brincamos e jogamos com nossos alunos e alunas porque queremos que as aulas se tornem prazerosas; portanto, não podemos usar jogos e brincadeiras apenas como modo de transmissão de conteúdos, tornando-os não mais jogos e brincadeiras, mas sim atividades dirigidas (mostrando assim uma atitude autoritária de nossa parte, pois o aluno é manipulado e tem uma ação passiva). Nosso objetivo maior deverá ser o de tornar as aulas lúdicas, aproximando-as das características do brincar: espontaneidade, improdutividade, trânsito entre a realidade externa e interna, interatividade, simbolismo recriado, desafio e instigação, mistério, imponderabilidade e surpresa.
Com o brincar, a criança aprende além de tudo a socializar-se, fazendo amizades (e inimizades também!), mas de que outro modo seria realizado isto, se não através da atividade lúdica? Brincando, as crianças se organizam mutuamente nas ações, intensificam comunicação e cooperação. Os jogos e brincadeiras coletivas permitem a descoberta do “outro” e isso repercute sobre a descoberta de si mesmo.(Ana Maria Dalla Zen).
Em outras palavras, brincar contribui para a construção do sujeito do conhecimento, permite o desenvolvimento de vínculos coletivos e a inserção na realidade.
Brincar é viver, uma vez que brincar contribui para o desenvolvimento da subjetividade, para a construção do ser humano autônomo e criativo e, em relação ao desempenho das funções sociais, prepara para o exercício da cidadania e da vida coletiva e incentiva a busca da justiça social e da igualdade com respeito à diferença.    
O jogo implica para a criança muito mais do que o simples ato de brincar. Através do jogo, ela se comunica com o mundo e também se expressa. Para o adulto o jogo constitui um “espelho”, uma fonte de dados para compreender melhor como se dá o desenvolvimento infantil. Daí sua importância.” (Friedmann, p.14).

Objetivo Geral: Oportunizar vivências lúdicas para que as crianças possam conhecer diferentes tipos de brincadeiras que surgiram no decorrer dos anos, divertindo-se  e aprendendo com elas.


Objetivos específicos:
Recrear-se com as histórias ouvidas.
Ampliar gradativamente suas possibilidades de comunicação e expressão.
Reconhecer seu nome escrito sabendo identificá-lo nas diversas situações do cotidiano.

 Cooperar com colegas e professora na realização das atividades propostas.
Participar de atividades cantadas.

Desenvolver o raciocínio lógico matemático na realização das atividades.
Perceber a sequência numérica através do calendário.
Adotar hábitos de higiene e autocuidado.
Valorizar atitudes de alimentação saudável.
Desenvolver a escuta.
Explorar a agilidade e destreza.
Conhecer os limites e potencialidades de seu corpo.
Desenvolver a lateralidade e  a percepção visual.

Vivênciar suas fantasias na realização das atividades.
Interagir com colegas,professora e família na realização de atividades extraclasses.
Demonstrar atitudes de ajuda e colaboração.
Brincar de forma cooperativa.
Interessar-se pelo processo de construção de brinquedos.
Ampliar o conhecimento das brincadeiras antigas.
Utilizar materiais recicláveis para a construção de jogos.
Valorizar as regras de convívio social.




Habilidades:
Adequar
Adotar
Agradecer
Ampliar
Analisar
Associar
Brincar
Comparar
Compreender
Construir
Cooperar
Demonstrar
Desenvolver
Dialogar
Elaborar
Escolher
Explorar
Expressar
Identificar
Ilustrar
Imaginar
Interagir
Interpretar
Localizar
Localizar-se
Memorizar
Mover-se
Observar
Oportunizar
Ordenar
Orientar-se
Ouvir
Participar
Partilhar
Perceber
Pesquisar
Posicionar-se
Praticar
Produzir
Promover
Proporcionar
Provocar
Qualificar
Quantificar
Questionar
Realizar
Reconhecer
Recrear-se
Relacionar
Reproduzir
Respeitar
Reutilizar
Situar-se
Trabalhar
Utilizar
Valorizar
Vivenciar










Atividade desencadeadora: Será contado o conto “ Menino Maluquinho” de Ziraldo, com o auxílio de caracterização do personagem.
Atividades previstas:

Comunicação e expressão

Contos: Romeu e a fábrica de brinquedos (Susanna Ranchi)
Conversação
Caderninho da brincadeira
Compreensão e interpretação de histórias
Pesquisas: Meu brinquedo favorito
                  Do que vovó brincava?
Trabalho com os crachás dos nomes da turma
Trabalho com as letras do nome
Grupo dos nomes conforme a letra inicial
Produção de textos coletivos
Meu brinquedo tem história
Exploração de cartazes: Rotina
                                     Calendário
                                       Chamada
                                       Cartaz do tempo
                                        Ajudante do dia
                                       Nossos combinados
                                        Comportamento do dia
Cantigas de roda
Paródias
Adivinhações
Canções no momento da rotina


Som produzido pelos brinquedos
Psicomotricidade

Cada brinquedo na sua caixa
Jack quantos passos posso dar
Alongamento
Aquecimento
Morto vivo
Ovo choco
Amarelinha
Jogo do abraço
Ursinho
Estátuas
Passando a bola
Pracinha
Escondendo um brinquedo
Passando um brinquedo
Corrida dos brinquedos
Caçando os brinquedos
Geométricas do maluquinho
Jogando com maluquinho
Pular corda
Cabra cega

Linguagem Musical
Canções no momento da rotina
Paródias
Canções folclóricas
Som dos brinquedos
Brinquedos também falam?
Cantigas de roda: Ciranda cirandinha
                              Atirei o pau no gato
                               Meu chapéu tem três pontas                                
Músicas da Xuxa: Dança da cadeira
Ilariê
‘Xo’ preguiça
Palavrinhas mágicas
Estátua
Linguagem plástica

Confecção de cartazes
Desenho com giz molhado
Desenho livre
Construção com sucata
Dobradura
Técnica do bombril
Desenho coletivo
Pintura com tinta
Lógico Matemática
Contagem das letras do nome (relação número X quantidade)
Exploração do calendário (tempo, mês, ano, semana, dia).
Noção de antecessor e sucessor
Gráficos: Meu brinquedo favorito
Trabalho com números e quantidades
Jogo da memória
Jogo da velha dos brinquedos
Geométricas do maluquinho

Natureza e sociedade
Cartaz do tempo
Álbum de fotos da família
Caderninho da brincadeira
Linha do tempo
Pesquisa das brincadeiras antigas
Eu construo meu brinquedo
Painéis: Se eu fosse um brinquedo, seria...
              O que precisamos para sermos felizes?            
Higiene
Pracinha
Lanche
Ajudante do dia

Ensino religioso

Painéis: Se eu fosse um brinquedo, seria...
            O que precisamos para sermos felizes?
Pesquisa: Do que vovó brincava?
  Partilha do lanche
Oração
Regras de convivência
Correio elegante
Valorizando a vida
Jogo do abraço



Atividade de culminância:Será realizada  a festa dos brinquedos, onde os alunos deverão trazer brinquedos confeccionados por eles e por seus pais conforme a letra do nome do aluno.


Avaliação: Através do acompanhamento de todas as atividades desenvolvidas neste período, considerando habilidades, valores e conhecimentos.




Observação:



Projeto esquema corporal

  Projeto para Educação Infantil

Tema: esquema corporal
 Título: Cabeça, ombro, joelho e pé...
Periodo de duração: 15 dias
 Início: 20/05              Término:07/06
Justificativa:
Ao propor este projeto, possuo o intuíto de fazer com que meus alunos possam conhecer as partes dos seus próprios corpos; adquirindo maior noção de como são suas estruturas físicas. Ao observá-los e analisar seus trabalhos feitos anteriormente, percebo que há uma grande necessidade em ser trabalhado o esquema corporal, pois muito deles ainda não possuem noção de sua estrutura física, o que leva a criarem representações  fantasiosas e fora do que realmente são.
Ao construir seu esquema corporal, a criança começa a conhecer seu próprio corpo e adquirir a noção de que ele compõe sua identidade. Também começa a conhecer as partes de seu corpo e perceber que são independentes, mas também, que fazem parte de um todo .
Ao adquirir independência entre as partes de seu corpo, a criança, então, consegue dissociá-las. Consequentemente passam a intencionalmente movimentar de maneira independente, por exemplo, pernas e braços ou os dedos das mãos. A falta de independência entre os dedos é algo facilmente observável em bebês e crianças pequenas. Quando começam a movimentar suas mãos, elas as abrem e fecham movimentando todos os dedos ao mesmo tempo. Conforme crescem, começam a dissociar os dedos, e assim, conseguem, por exemplo, estender somente um ou outro e aos poucos passam a coordenar movimentos complexos, mas refinados, onde os dedos desempenham papéis diferentes como para picotar papel, desenhar, recortar, etc. Quanto aos movimentos amplos, as crianças quando começam a dissociar os membros realizam movimentos compostos, ou seja, coordenam movimentos simples para realizar uma determinada ação, como alternar braços e pernas para escalar, correr, rastejar, engatinhar, etc. Estas ações coordenadas ocorrem automaticamente, e assim, não é necessário que se pense a respeito dos movimentos (MATTOS e NEIRA, 2007).

Objetivo geral: Explorar a forma corporal estimulando a criatividade, imaginação, fantasia; reconhecendo a importância de cada parte do seu corpo.

Objetivos específicos:
Recrear-se com as histórias ouvidas.
Ampliar gradatidamente suas possibilidades de comunicação e expressão.
Reconhecer seu nome escrito sabendo identificá-lo nas diversas situações do cotidiano.
Desenvolver o gosto, o cuidado e o respeito pelo processo de produção e criação.
Explorar as possibilidades de ritmos corporais e dinâmicasde movimento.
Conhecer os limites e potencialidades de seu corpo.
Desenvolver o equilíbrio.
Expressar desejos e sentimentos na realização das atividades.
Identificar e conhecer todas as partes do corpo;
- Diferenciar e identificar as partes do próprio corpo com as partes do corpo do colega;
- Perceber e respeitar as diversidades entre colegas (cor, raça, gordo, 
magro);
Desenvolver a imaginação e a criatividade;
Estimular o raciocínio e percepção visual.
Desenvolver a atenção para futura identificação de partes do corpo e órgãos dos sentidos;
Trabalhar em grupo de forma cooperativa.
Reconhecer a amizade como fator importante para o convívio.
Reconhecer a importância de cuidar do nosso corpo através da higiene 
Explorar a agilidade e a atenção na realização das atividades.
Desenvolver a oralidade.
Cooperar com colegas e professora na realização das atividades propostas.
Participar de atividades cantadas.
Habilidades:


Adequar
Adotar
Ampliar
Analisar
Associar
Ampliar
Brincar
Comparar
Compreender
Conhecer
Construir
Cooperar
Demonstrar
Desenvolver
Dialogar
Elaborar
Explorar
Expressar
Expressar-se
Identificar
Interagir
Interpretar
Localizar
Localizar-se
Mover-se
Observar
Oportunizar
Orientar-se
Ouvir
Participar
Perceber
Pesquisar
Posicionar-se
Praticar
Produzir
Promover
Provocar
Qualificar
Realizar
Reconhecer
Recrear-se
Relacionar
Respeitar
Saber
Situar-se
Trabalhar
Utilizar
Valorizar
Vivenciar



Atividade Desencadeadora: Será contado o conto “Os dez amigos” de ziraldo com o auxílio de  fantoches de vara e caixa para teatro.

Atividades previstas:

Contos:   O Joelho Juvenal– Ziraldo
Pé Legrino e pé Trônio - Ziraldo

    Conversação
Compreensão e interpretação de histórias
Trabalho com os crachás dos nomes da turma
Trabalho com as letras do nome
Produção de textos coletivos
Nome das partes do corpo
Confecção de cartazes: Partes do meu corpo
            Essa é minha mãozinha
            Esse é o meu pézinho
           Quando eu crescer....
Cantigas de roda
Paródias
Adivinhações
Canções no momento da rotina
Exploração de cartazes: Rotina
                 Calendário
                                       Chamada
                                       Cartaz do tempo
                                       Ajudante do dia
                                       Nossas regrinhas
                                        Comportamento do dia


PSICOMOTRICIDADE


Alongamento
Aquecimento
Amarelinha
Jogo do abraço
Pracinha
 Dança da cadeira
- Estátua
Desenho da sombra
Mimicas
Calçar sapatos
Cabra cega
Adivinhe quem é
Vivo morto
Volta a calma
Conhecendo as partes do corpo.
Corrida das partes do corpo
Passando o bambolê
Corrida com obstáculos
Bola nas costas
Pega-pega congelante
Passando a bola
Telefone sem fio
Corrida de jornais
Nunca três
Caçando as partes do corpo
Uma pipoca
Caranguejo não é peixe




LÓGICO MATEMÁTICO
Exploração do calendário (tempo, mês, ano, semana, dia).
Seriação e classificação
Noção de antecessor e sucessor
Trabalho com números e quantidades
Quebra cabeça do corpo
Gráficos: Qual a parte do corpo preferida?
                Do que tu gostas de brincar?
                Número de irmãos
Blocos lógicos
Jogo das latas
Jogo da velha das partes do corpo
LINGUAGEM MUSICAL
Canções no momento da rotina
Canções folclóricas
Cantigas de roda: pézinho
                             Caranguejo
                             O sapo não lava o pé
                             Palminhas
                              Boneco duro
                               Abrir e fechar 
                               Carinha redonda
         Músicas da Xuxa: Cabeça,ombro, joelho e pé
                              Boneco de lata
                            Eu danço rock
                             Dança da cadeira
                            História do palhacinho Pimpão
                  

LINGUAGEM PLÁSTICA


Confecção de cartazes
Desenho com giz molhado
Desenho livre
Construção com sucata
Dobradura
Técnica do desbotado
Técnica do bombril
Pintura com tinta
Contorno do formato do rosto
Desenho coletivo
- Boneco articulado
Pintura com relevo
- Contorno das mãos
- Boneco de jornal


NATUREZA E SOCIEDADE
Cartaz do tempo
Álbum de fotos da família
Higiene
Pracinha
Lanche
Ajudante do dia
Desenhando pela escola
Pesquisa: partes do corpo
Construção de painél: Partes do meu corpo
            Essa é minha mãozinha
            Esse é o meu pézinho
           

ENSINO RELIGIOSO

Partilha do lanche
Regras de convivência
A mão que ajuda
Jogo do abraço
Momento de agradecimento
Confecção de cartazes: Partes do meu corpo
                                          Eses são meus amiguinhos
                                                               Mas que dupla!!
               Atividade de culminância: Será realizada uma gincana, onde os alunos cumprirão provas relacionadas aos temas já trabalhados em aula. Após haverá uma exposição dos trabalhos realizados pela turma;onde as outras turmas serão convidadas para participar e haverá entrega de lembrançinhas

AVALIAÇÃO: Através do acompanhamento de todas as atividades desenvolvidas neste período, considerando habilidades, valores e conhecimentos.
Observação: